Danilo Gentili é condenado a 6 meses de prisão por ofensa contra deputada, entenda o caso

Nesta quarta-feira (10), a 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo condenou o humorista Danilo Gentili a 6 meses e 28 dias de prisão por injúria à deputada federal Maria do Rosário PT-RS, por injúria.

- Publicidade -

O apresentador do SBT ainda pode recorrer da sentença em liberdade, mas no Twitter ele fez uma postagem perguntando aos seguidores quem é que irá levar cigarro para ele, sendo que nesta mesma postagem compartilhou a notícia de sua prisão.

O caso começou no ano de 2016, quando o humorista postou várias tuítes dizendo que a deputada Maria do Rosário é ‘cínica’, ‘falsa’ e ‘nojenta’.

Foi enviado a ele uma notificação extrajudicial informando que ele deveria apagar todas as postagens, mas Gentili gravou um vídeo onde apareceu rasgando a notificação e depois colocou tudo dentro da calça.

- Publicidade -

Milhares de internautas deixaram comentários na postagem feita pelo apresentador do SBT, inclusive alguns fizeram piada com a questão e disseram que ele pode solicitar uma pena alternativa e ir fazer ‘drenagem linfática na dançarina da Anitta’.

Os advogados de defesa do apresentador afirmaram que ele teria feito as postagens com ‘intenção humorística’, só que a juíza federal Maria Isabel do Prado não acatou tão justificativa.

A magistrada alegou que se ele realmente tivesse interesse só de brincar, quando foi notificado pela Câmera dos Deputados, pedindo para retirar as ofensas do seu perfil no Twitter, poderia ter discordado e ir atrás de seus advogados para se orientar e buscar seus direitos.

A juíza Maria Isabel do Prado ainda ressaltou que além da ‘injúria propalada’, Gentili fez questão de gravar um vídeo com ‘conteúdo altamente ofensivo’ e divulgou na internet, deixando claro assim que sua intenção realmente era ofender.

- Publicidade -
Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Leave a Reply